DEPUTADO FEDERAL

DEPUTADO FEDERAL
EDMAR ARRUDA

JAPURA

JAPURA
ACABAMENTOS

DRA PATRICIA

DRA PATRICIA
NUTRICIONISTA

03/07/2017

PAIÇANDU CIDADE QUE ASSUSTA E CADA DIA ALGUÉM MATA UM. 12 ASSASSINATOS EM SEIS MESES INACEITÁVEL

Paiçandu clama por segurança
“Paiçandu cidade Sorriso e Recanto de Paz” Belas as palavras de nosso saudoso IN Memoria Padre Ângelo Bank, mas a frase hoje em nada representa Paiçandu. Lamentavelmente os dados negativos nos coloca entre as piores cidade do Paraná para se viver. Tudo por conta do excessivo numero de assassinatos nos primeiros seis meses do ano, além de outros fatores negativos relacionados a insegurança. Neste final de semana dois óbitos. Um na noite de sábado para domingo e outro por conta de disparos de arma de fogo efetuados na semana passada onde a vitima não resistiu e veio a falecer neste domingo.  Hoje a insegurança ronda todo e qualquer jardim em Paiçandu, indiferente do horário, já que os assassinatos que aconteceram foram crimes tanto de dia como de noite. Nossa segurança está descoberta, mas não é por conta do trabalho que desenvolvem, existe dedicação mutua das Policia Civil e Militar, mas o contingente policial está longe daquilo que é necessário para uma cidade do porte de Paiçandu. Existem muitas promessas, mas disso a população está saturada. Os munícipes querem dados positivos, e até o momento os únicos que existem são os negativos que a cada dia assustam as famílias. Sabemos que alguns fatores foram fundamentais para o crescimento da insegurança em Paiçandu. Foi questão de tempo, mas os presídios instalados em nossa divisa com Maringá, já estão apresentando sérios problemas. Hoje deve-se atribuir a eles maioria absoluta dos problemas de nossa segurança. Assassinatos, arrombamentos, assaltos, hoje todos nos podemos ser vitimas de episódios como esse. Está faltando uma postura mais rígida e eficaz de nossas autoridades. Executivo e Legislativo, devem dar uma atenção maior a esse problema e não apenas ir a imprensa dizer que estão buscando solução. A população exige pressa e uma solução pra ontem.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário